elementary OS 0.4 Loki – Beta

A equipa do elementary anunciou o lançamento da versão beta da próxima versão do seu sistema operativo, com o nome do deus nórdico Loki.

Trata-se de software em desenvolvimento e por isso não é aconselhada a atualização em computadores para uso diário. O objetivo deste lançamento, como em qualquer beta, é fornecer informação sobre as novidades para os programadores poderem atualizar as suas aplicações tendo as prontas para o lançamento da versão estável do sistema operativo da equipa de Daniel Foré, e recolher feedback de forma a capturar possíveis bugs que o sistema tenha de forma a amadurecer o o software.

Esta beta implementa cerca de 20 novas blueprints e foram fechados mais de 800 issues durante o período de desenvolvimento até a data. Sendo uma versão de desenvolvimento é bom relembrar que ainda vai sofrer alterações, assim as notas de lançamento desta versão ainda não estão completas.

Loki é baseado nos repositórios do Ubuntu 16.04 LTS por isso traz consigo a versão 3,18 do Gtk, Vala na versão 0.32e o Kernel Linux 4.4. Para os programadores isto quer dizer que Loki traz um conjunto novo de ferramentas como o GtkPopoverMenu. A ultima versão do Granite traz consigo dois novos widgets: AlertView e Avatar.

Gestor de integrações com serviços online
Gestor de integrações com serviços online

Todos os programadores que tenham desenvolvido aplicações para o elementary são encorajados a modificar os ficheiros .desktop das suas aplicações acrescentado a seguinte linha “X-GNOME-UsesNotifications=true” caso a aplicação faça uso das notificações do sistema. Isto servirá para que os utilizadores tenham um maior controlo sobre que aplicações utilizam as notificações do sistema. A área de indicadores do sistema irá também receber alterações sendo descontinuado o uso da API Ayatana AppIndicator. Com isto a equipa do elementary pretende limpar a área de indicadores mostrando apenas os indicadores de sistema e não os de aplicações.

A equipa também alterou as Stylesheets do sistema de forma a que não sejam necessárias alterações e/ou adição de novas stylesheets por parte dos programadores.

Por fim e ainda orientado para os programadores a equipa do elementary vai lançar também o elementary-sdk, um meta-pacote com as ferramentas essenciais para o desenvolvimento de aplicações para o elementary. Foi prometido um anuncio oficial para o elementary-sdk para breve.

Elementary AppCenter
Elementary AppCenter

Para alem destas novidades para os programadores o a versão Loki atualiza o tema de ícones e apresenta as barras de scroll nativas. Relativamente a aplicações temos a estreia do gestor de aplicações o AppCenter, e o browser Midori, presente nas ultimas 3 versões do sistema operativo, foi substituído pelo Epiphany. Foram ainda introduzidas novidades no painel de definições do sistema, com o novo gestor de notificações assim como um novo plug in para gerir as integrações com serviços online. Como medida de segurança não irá ser possível adicionar repositórios PPA, assim como não existirá uma ferramenta especifica para lidar com pacotes .deb. Estas ferramentas podem ser adicionadas posteriormente mas não vêm incluídas na ISO.

gestor de notificações elementary Loki
Gestor de notificações elementary Loki

Com estas medidas a equipa de desenvolvimento do elementary pretende encorajar os utilizadores a utilizarem programas de fontes aprovadas por parte da equipa de desenvolvimento ou que utilizem formatos com ambiente isolado/sandbox. Como a equipa elementary nos tem vindo a acostumar Loki não tem qualquer data de lançamento prevista, sendo lançado quando estiver pronto. Loki apenas estará disponível a versão 64 Bits sendo que a equipa de desenvolvimento considera que não tem recursos para manter 2 versões do sistema.

Se quiserem experimentar podem fazer o download da beta aqui.

Das alterações apresentadas, qual é a vossa expectativa relativamente à próxima versão do elementary OS? Acham que Loki vai ter um grande impacto muito no mundo Linux?

3 comentários em “elementary OS 0.4 Loki – Beta”

    • Obrigado,

      vamos ver o que eles nos trazem, eu gosto muito deste projeto tendo usado como SO principal durante grandes períodos desde a primeira versão, o elementary Jupiter. Mas sinto que cada nova versão eles limitam mais e mais a liberdade do utilizador…

      • O Jupiter era basicamente um Ubuntu com um tema diferente (estávamos na altura do Gnome 2).

        O Luna foi uma lufada de ar fresco, enquanto o Freya foi meia desilusão. Quando saiu ainda não estava muito solida (e eles não tẽm prazos a cumprir como o Ubuntu) e também corroboro com o que disseste em relação à liberdade

Deixe um comentário